INFIEL / Unfaithful



"Unfaithful"
Drama
EUA/Alemanha/França, 2002
Realização: Adrian Lyne
Actores: Richard Gere, Diane Lane, Olivier Martinez, Erik Per Sullivan, Zeljko Ivanek
Cor
124 minutos


Edward e Constance Sumner vivem aparentemente felizes nos subúrbios de Nova Iorque, com o filho. Connie tem um marido maravilhoso, uma casa linda e um filho fabuloso. Até que um dia conhece Paul Martel, um jovem francês, negociante de livros e extremamente sedutor.

Connie e Paul iniciam assim uma relação extraconjugal, carnal, apaixonada e obcecada. Edward vai notando que o comportamento de Connie está diferente e observa em silêncio o que se passa com ela.

Trailer

A minha classificação: 7/10

6 comentários:

ana s disse...

Por acaso é filme que vai constar brevemente do meu "Let's Look?". Tem interpretações fantásticas (em especial da Diane Lane)!.
Beijos

Johnny Strangelove disse...

Quem curtiu mais foi minha mãe ... eu achei apenas bom ... mas pelo menos da para discutir sobre rumos da familia e casamento ...
até mais amigo!

Isabela disse...

O filme vale pela otima atuação da Diane Lane, e por alguns bons dialogos.

Red Dust disse...

Ana: tendo Adrian Lyne como realizador, o rumo divide-se muito entre a narrativa e a sua própria 'estética' de imagens a transmitir, que muitas vezes funciona como um chamariz para se ver o filme. Concordo que Diane Lane foi a melhor do elenco, mas Gere também teve uma presença agradável.

Johnny: da civilização ocidental, há um retrato fiel do que pode acontecer num casamento. Há sempre tantos factores para conjugar e outros que nem são controláveis que nem sempre a vida de casado é fácil. Como diz o ditado por cá, o povo é sereno. Portanto há que viver o dia-a-dia aproveitando ao máximo o que a vida nos proporciona.

Isabela: a Diane Lane é outra daquelas actrizes que muito prometeu e pouco se viu do seu talento. Existe um ou outro filme em que foi bem aproveitada, mas tem vários outros projectos de baixo nível.

Tenham todos um óptimo sábado.

Hugo disse...

Concordo com vc, Diane Lane prometia mais na carreira, pelo menos ela continua bonita.
O diferencial deste filme é sempre garanhão Richard Gere fazendo o papel de homem traído.

Abraço

Red Dust disse...

Pelo menos isso, Hugo. Diane Lane é das mulheres mais bonitas das últimas décadas no cinema norte-americano. Talvez não seja o caso na sua carreira, mas muitas vezes o facto funciona como um estigma.

Abraço.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...