THE DOORS - O MITO DE UMA GERAÇÃO / The Doors



"The Doors"
Drama
EUA, 1991
Realização: Oliver Stone
Actores: Val Kilmer, Meg Ryan, Kyle MacLachlan, Kevin Dillon, Frank Whaley, Kathleen Quinlan, Michael Wincott, Michael Madsen, Billy Idol, Debi Mazar, Mimi Rogers, Costas Mandylor, Oliver Stone, Jennifer Tilly
Cor
154 minutos


Oliver Stone a filmar a atribulada vida de Jim Morrison e dos The Doors. Um filme polémico com Val Kilmer a dobrar, no ecrã, o mítico cantor, numa viagem pela América no final dos anos 60.

Trailer

A minha classificação: 8/10

10 comentários:

Anita :) disse...

Gostei muito e, a escolha do elenco foi fantástica:)
o val kilmer está igual ao jim morrison;)

beijinhos red e, uma excelente semana

ângela disse...

Eu não vi, mas quer dizer, sobre os doors só pode ser coisa boa :D

Esta´tudo bem? Não tenho podido andar muito por aqui...

Beijo *

Cataclismo Cerebral disse...

Gosto do filme, mas acho a classificaçã exagerada. Val Kilmer tem aqui o papel da sua vida.

Abraço

looT disse...

Um bom Oliver Stone sem dúvida e Val Kilmer está fantástico como Morrison.

Red Dust disse...

Anita: a escolha de Val Kilmer não poderia ter sido melhor. Esteve fantástico.

Ângela: se és fã, tens de ver. Presumo que, no momento, tenhas a escola a 'apertar', não? :)

Cataclismo: quanto a mim o filme retrata fielmente os pontos principais da vida de Jim Morrison e dos Doors. Como fã absoluto, e não vendo qualquer sacrilégio na abordagem de Oliver Stone, nunca poderia atribuir uma nota menor.

looT: outro bom Oliver Stone, que só destoou em 'Alexandre, O Grande'. O homem devia estar cego...

Fiquem bem!!!!!

Ygor Moretti Fiorante disse...

cOM CERTEZA O vAL kILMER ENCARNOU O JIM MORRISSON, E O SOM EM ALGUMAS PARTES SÃO OS ATORES QUE FAZEM, O FILME É DEMAIS, O OLIVER CONSEGUIU MERGULHAR NO MUNDO PSICODELICO DOS DOORS E RESGATOU TODA A POESIA, AS VIAGENS E A ARTE DO JIM MORRISSON, VERDADE SEJA DITA: QUE ELE MOSTROU SO O LADO POLEMICO E BEBERRÃO DO JIM, POIS O VEMOS DROGADO OU BEBADO O FILME TODO, O JIM MORRISSON MAIS HUMANO FOI MEIO DEIXADO DE LADO E FOCADO SO O POLEMICO POP STAR. MAS AIND SIM O FILME É MARAVILHOSO, E A INTERSECÇÃO QUE ELE FAZ DAS MUSICAS JUNTO DA HISTÓRIA, VEZ OU OUTRA MOSTRANDO A INSPIRAÇÃO É DEMAIS...

ângela disse...

não muito :) tou qs qs nessa fase, mas ainda nao :D fui ontem a lx ver sunset rubdown (foi mt bom!) e não tenho mesmo andado por aqui. (E quando a escola começar a apertar, obviamente que vou andar mais por aqui, mas só para descansar, claro!!!!!xD)

Beijinho *

Red Dust disse...

Ygor: sem dúvida, Oliver Stone soube ler o verdadeiro eu da banda. Obviamente que optou pelas partes polémicas, outra coisa não seria de esperar, quando Morrison era um perfeito condutor da polémica. Volto a sublinhar, focando só a música, os The Doors foram (ou são...) uma excepcional banda.

Ângela: já há uns tempos que não vou ver nenhum concerto. Se não me engano o último terá sido um dos Keane + Rufus Wainwright. Aproveita... enquanto podes. :)

Luís disse...

excelente e inesquecivel. Val Kilmer em alta rotação, em sintonia com a melhor fase da carreira de Stone.

Red Dust disse...

Para um papel deste calibre só poderia ser um actor conivente com o próprio 'eu' de Jim Morrison, Luís.

Val Kilmer 'vestiu' de forma admirável a pele do Lizard King. Aliás, o actor até se transcendeu. É o papel de uma vida, apesar de outras boas prestações.

Abraço.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...